Capa do livro Tudo Que Podia Dar Errado E Não Deu

Em nossa cultura existe uma abominação da doença. Ninguém gosta de adoecer e logo queremos nos livrar rápido do mal-estar provocado pela dor e pelo sofrimento. Mas o que dizer de doenças de caráter permanente, como é o caso das doenças crônicas, que inspiram cuidados permanentes?

Sabendo o quanto é difícil falar sobre saúde e doença num mundo onde todos querem parecer normais, lindos, saudáveis e bem-sucedidos, e, por meio de um olhar compassivo com a doença, iremos descobrir que ela sempre tem algo a nos dizer. Pode ser uma viagem espiritual para dentro do ser, uma viagem interna de reconexão.

A partir de reflexões sobre a experiência trilhada entre três transplantes renais, uma surdez e a busca pela saúde por meio de atividades terapêuticas, a autora nos convida a repensar os conceitos de saúde e doença oferecendo uma oportunidade de compartilhar coletivamente uma realidade que pode ser solitária e árdua ou solidária, com o foco na saúde e na qualidade de vida.

Leia ou baixe o PDF

Sobre a autora

Angela Deise nasceu em 1966 em Juiz de Fora, Minas Gerais, e mora atualmente em Niterói, no Rio de Janeiro, onde vive parte de sua família. Graduada em Terapia Ocupacional com mestrado em Tecnologia Educacional nas ciências da saúde pela UFRJ, foi professora do Instituto Federal do Rio de Janeiro e do Instituto Nacional de Educação de surdos.

Acompanhou a evolução do tratamento dos doentes renais crônicos, tendo optado pelo transplante renal como tratamento pela melhor qualidade de vida. Esteve em tratamento de diálise no Instituto de Urologia e Nefrologia do Ingá (Clínica de doenças renais de Niterói na Renal Vida (Barra da Tijuca), como transplantada no Hospital dos Servidores do Estado - no auge do Programa de imunogenética e transplante de órgãos (PITO), no ambulatório do Hospital Pedro Ernesto (UERJ) e, atualmente, na USP e no hospital das Clínicas de SP.

Testemunhou o sucateamento dos serviços de saúde no Estado do Rio de Janeiro e a criação do Sistema Único de Saúde. Graças a evolução das tecnologias de saúde e por meio do apoio de sua família e amigos, além de uma boa dose de motivação, manteve-se viva e bem, superando duas graves doenças crônicas: a doença renal terminal e a hepatite pelo vírus C.

Gosta de pintar, caminhar, fotografar e escrever. Com esse livro deseja compartilhar suas reflexões sobre qualidade de vida na doença crônica.

Angela Daise

Diários sonoros

Eventos

Conte sua história!

Você também tem histórias sobre alguma doença crônica que queira compartilhar?

Contato